Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Natal da paz, alegria, esperança e confiança

Por Pe. Samiro 26/12/2018 - 06:00

O comércio esteve cheio de opções para presentes, as ruas tomadas pelo movimento de carros, pedestres carregados de bolsas e a pressa se torna comum em mais um Natal. Todos os anos, o desafio se repete no corre-corre para a preparação da ceia, nas atividades do trabalho que precisam ser concluídas perante o recesso de fim de ano que bate à porta.
Conforme o Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, o cristão católico precisa preparar bem o seu coração para viver a verdadeira alegria do tempo do Natal. "Nós temos que, sempre, voltar às fontes, voltar à origem das coisas porque, com o passar do tempo, recebemos muitas influências de cá e de lá e nossa fé, como diz o Papa Emérito Bento XVI, não deve se preocupar com modas e costumes - ela tem o compromisso com a verdade, que é Jesus Cristo. Por isso, nós, católicos, sempre vamos falar, de novo, qual é o sentido verdadeiro do Natal: celebrar, profundamente, o nascimento de Jesus Cristo que é nosso Deus e Salvador. Como disseram e cantaram os anjos: 'Temos uma grande notícia para vocês: hoje nasceu, para vós, o Salvador, o Cristo Senhor'. Esta é a essência. A alegria d'Aquele que nasceu, veio morar no meio de nós para falar a língua humana, do jeito como falamos, conviver, mas, dentro disso, trazer a presença de Deus para levar o ser humano para junto de Deus. Esse é o grande objetivo do Natal, encontrar o verdadeiro sentido, celebrar Aquele que é o nosso Deus e Salvador e que é capaz de trazer, ao coração humano, a paz, tão falha, tão carente para a humanidade, hoje", afirma Dom Jacinto.