Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Por Pe. Samiro 18/12/2018 - 06:00Atualizado há 2 horas

No dia em que a Igreja celebrou o dia de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira de toda a América, reclusos e reclusas das penitenciárias Sul e Feminina de Criciúma acolheram a visita dos agentes da Pastoral Carcerária da Diocese de Criciúma. Na ocasião, foram celebradas missas nas duas unidades, presididas pelo Bispo Diocesano, Dom Jacinto Inácio Flach, e concelebradas pelo padre Orlando Cechinel, com a presença da diretora, Maira Montegutti e demais funcionários.

O epíscopo, junto ao grupo, deixou a unidade onde hoje se encontram 280 reeducandas e se dirigiu até a Penitenciária Sul, onde estão reclusos 708 presos. Ali, os membros da Igreja foram acolhidos com um café preparado pelos próprios reeducandos da unidade. Mais tarde, na homilia da missa, Dom Jacinto expressou sua visão sobre a realidade local, onde considera o serviço mais humanizado do que em outras unidades prisionais do país e falou do valor da presença da Igreja nestes espaços. "Aos olhos de Deus, isto é uma coisa muito importante: visitar os doentes, visitar os presos, dar de comer aos pobres. Deus quer que nunca nos esqueçamos deles", enfatizou o Bispo.

Por Pe. Samiro 10/12/2018 - 06:00

Na manhã da última quinta-feira, a Comunidade Nossa Senhora de Caravaggio, em Rio Comprudente, da Paróquia Nossa Senhora da Natividade, de Cocal do Sul, foi o local escolhido para a Manhã de Espiritualidade do Clero da Diocese de Criciúma, em preparação ao Natal.

Após a oração das laudes, os padres diocesanos e religiosos contaram com a participação do padre Sérgio Jeremias de Souza, da Diocese de Tubarão, que conduziu-os na reflexão "A Espiritualidade do Advento na Vida Sacerdotal".

 Os presbíteros tiveram também momento para a confissão individual e celebraram a santa missa, que foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach. O encontro, organizado pela Pastoral Presbiteral, findou com um almoço de confraternização no Restaurante Sete Lagos.

Por Pe. Samiro 03/12/2018 - 06:00

A Coordenação Diocesana da Pastoral Catequética, com o apoio da Coordenação de Pastoral da Diocese de Criciúma, projeta duas novidades para o ano de 2019. Na sexta-feira, 23 de novembro, o assessor eclesiástico, padre Vilmar Moretti, a coordenadora Albertina Spillere e demais membros da equipe estiveram reunidos com o Bispo, Dom Jacinto Flach, e com o coordenador de pastoral, padre Joel Sávio, a fim de avaliar a caminhada pastoral e planejar as atividades para o próximo ano.

 "Nós teremos, no próximo ano, o retorno da Escola Diocesana de Catequese, com uma categoria um pouco diferente da anterior: ela vai ser direcionada aos nossos coordenadores paroquiais de catequese e terá como tema a Iniciação à Vida Cristã, especialmente a preparação para os quatro tempos. De modo especial, a escola pretende dinamizar a experiência da Iniciação à Vida Cristã nas nossas paróquias. Isso, pois sentimos que muitas coordenações mudaram e quem está assumindo necessita compreender direito como funcionam estas etapas da Catequese. A escola será rápida, só por um ano, e estamos organizando um cronograma para, logo, colocar essa proposta ao conhecimento de todos", explica padre Joel.

Dentre os assuntos da reunião, esteve também o planejamento do Seminário Diocesano de Catequese e Liturgia, que acontecerá nos dias 29 e 30 de junho, tendo como tema Missão e demais atividades que serão realizadas durante o ano. Segundo padre Joel, os itinerários de catequese não sofrerão alteração em sua edição neste ano. Após avaliação, optou-se pelo não desenvolvimento de um itinerário com conteúdo específico para os catequistas, mas sim para os pais ou responsáveis, como uma espécie de cartilha anexa para atividades em conjunto com os catequizandos. "A partir do ano que vem, começa a ser elaborada essa cartilha para preparação com os pais para Eucaristia e Crisma, com mais encontros com os pais dos catequizandos", acrescenta.

Por Pe. Samiro 26/11/2018 - 06:00Atualizado em 27/11/2018 - 00:10

O Seminário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza, acolherá, a partir de 2019, cinco novos seminaristas no seminário Propedêutico.

De 15 a 17 de novembro, foi realizado o 3º Encontro de Discernimento Vocacional. Na oportunidade, por meio da convivência com o reitor, padre Gilson Pereira, e com os seminaristas diocesanos, e através da partilha e participação nas atividades da casa, momentos de oração e reflexão e demais atividades, os vocacionados foram considerados aptos para o ingresso na formação.

São eles:
Anderson Costa - Diocese de Tubarão
Eduardo Dias - Paróquia Nossa Senhora de Fátima - Criciúma
Jailson Pacheco - Diocese de Tubarão
Mateus Borges - Paróquia São Miguel Arcanjo - Içara
Wellington Padilha - Paróquia Nossa Senhora de Fátima - Criciúma

Por Pe. Samiro 19/11/2018 - 06:00

Durante a tarde e início da noite deste sábado a Paróquia Santo Antônio, no bairro Quarta Linha, em Criciúma, acolheu o Encontro Diocesano de Leigos. A uma semana do domingo em que a Igreja no Brasil encerra o Ano Nacional do Laicato, mais de 100 leigos e leigas se reuniram com o objetivo de aprofundar as reflexões que marcaram o período na Diocese, avaliar e celebrar a caminhada realizada e apontar indicativos para o fortalecimento de sua organização e de seu papel na "Igreja em saída", como sujeitos a serviço do Reino.

 A atividade, organizada pelo Conselho da Escola de Teologia para Leigos e Leigas da Diocese de Criciúma (ETL), reuniu alunos e ex-alunos, coordenadores de serviços, movimentos, associações eclesiais e conselhos de pastoral paroquiais, leigos e leigas atuantes em suas comunidades.

O encontro iniciou às 13h30min e contou com a palavra do Coordenador Diocesano de Pastoral, padre Joel Sávio. A reflexão principal foi conduzida pelo presidente do Conselho Nacional de Leigos, Salézio João de Souza, da Diocese de Lages (SC). Durante o encontro, houve trabalhos em grupos e momento de plenária. A celebração eucarística foi realizada às 17h e a atividade se encerrou com um jantar de confraternização, às 20h.

Por Pe. Samiro 12/11/2018 - 06:00Atualizado em 12/11/2018 - 11:41

Dentro de menos de um mês a Diocese de Criciúma terá a alegria de acolher mais um diácono para a Igreja e, em breve, um novo padre. No dia 2 de dezembro, às 15h, na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga, o viúvo Vânio Margutti Pereira será ordenado diácono.

Após reunião do Conselho de Formação, formado pelo bispo Dom Jacinto Inacio Flach, e pelos reitores dos seminários diocesanos, em diálogo com seminaristas e párocos, outras datas já foram definidas, como a da ordenação presbiteral de Vânio e diaconal de outros seminaristas da diocese.

No dia 17 de março, os seminaristas Jadilson Tasca, Eduardo Felizardo de Andrade e Richardson Luiz Domingos de Souza celebrarão sua ordenação diaconal no Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus, em Morro Bonito, Içara. Cada um dos três cumprirá o tempo de experiência pastoral em uma paróquia da diocese durante o ano de 2019. Jadilson servirá a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, da região do Bairro Cidade Mineira; Eduardo, a Paróquia Santo Agostinho, na região de Rio Maina; e Richardson, a Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, na região do Bairro Boa Vista, todas no município de Criciúma.

Já o futuro diácono Vânio será ordenado padre no dia 11 de maio, em sua paróquia de origem, a Paróquia Santo Antônio de Pádua, em Sombrio.

Estágio pastoral
 
Também foram definidas as paróquias onde os demais seminaristas do quarto ano de Teologia exercerão as funções pastorais: o seminarista Mateus Réus dos Reis servirá a Paróquia São José (Catedral), em Criciúma; o seminarista Rodrigo Cristóvão Emerim, a Paróquia Santo Alexandre, em Treviso; o seminarista Fábio Fernandes Roque, a Paróquia Santo Antônio de Pádua, em Sombrio, e o seminarista Élisson Custódio Borges, a Paróquia Nossa Senhora da Salete, na região do Bairro Próspera, em Criciúma.

Até a metade do próximo ano, devem ser definidas as datas de novas ordenações diaconais e presbiterais dos vocacionados acima citados.

Por Pe. Samiro 05/11/2018 - 06:00Atualizado em 08/11/2018 - 22:15

Tendo em vista as necessidades pastorais e espirituais do povo de Deus, o bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, anunciou durante a Reunião Geral do Clero, realizada no Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza, algumas no- meações e transferências para o ano de 2019. As mudanças, além do clero diocesano, incluem a acolhida de padres religiosos que têm a intenção de serem incardinados na Diocese. As datas para o início da missão de cada padre em sua nova paróquia serão divulgadas até o final do ano.

Pe. Antônio da Silva Miguel Júnior
Permanece na função de Pároco e assume a missão de Coordenador Diocesano de Pastoral (já anunciado em 20 de outubro).
Pe. Alírio Leandro
Nomeado Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Natividade - Cocal do Sul.
Pe. Deonor Vieira do Nascimento (padre marista - Instituto dos Irmãos Maristas)
Em experiência sabática
Nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Imaculado Coração de Maria - Lauro Müller.
Pe. Eloir Rogério do Nascimento Borges
Nomeado Vigário Paroquial da Paróquia São José (Catedral) - Criciúma.
Pe. Jiovani Manique Barreto
Nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Forquilhinha.
Pe. Joel Sávio
Nomeado Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe - Criciúma.
Pe. Oscar Paulo Pietsch
Nomeado Pároco e Reitor da Paróquia Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens - Araranguá.
Pe. Pedro Paulo Custódio
Nomeado Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Forquilhinha.
Pe. Samuel Colombo Pirola
Nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Forquilhinha.
Pe. Valdemir Luiz De Bona (padre orionita - Pequena Obra da Divina Providência)
Em experiência sabática
Nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Conceição - Urussanga.

Novo Coordenador de Pastoral é anunciado

Quase ao final da reunião do Conselho, o Bispo Dom Jacinto tomou a palavra para anunciar a nomeação de padre Antônio da Silva Miguel Júnior, pároco da Paróquia São José, para a missão de Coordenador Diocesano de Pastoral, a partir de janeiro de 2019, com mandato de dois anos. “É uma notícia muito boa, especial para nossa Igreja. Padre Joel está terminando, depois de seis anos de Coordenação de Pastoral, e nós precisávamos de outro coordenador. Vocês sabem que não é fácil alguém assumir este trabalho, não que seja complicado, mas é um trabalho exigente. Temos a alegria de uma pessoa que, no Conselho de Presbíteros, foi a mais indicada, e no Conselho de Pastoral, igualmente, já na outra vez foi indicado”, disse Dom Jacinto.

Por Pe. Samiro 31/10/2018 - 06:00Atualizado em 08/11/2018 - 22:17

Padres, religiosas, leigos e leigas representantes das 34 paróquias e três santuários da Diocese de Criciúma, coordenadores diocesanos de serviços de pastoral e movimentos estiveram reunidos, na semana passada, por meio do Conselho Geral de Pastoral. A atividade foi acolhida pela Paróquia Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens, em Araranguá. No auditório do novo Centro de Pastoral, os mais de 150 conselheiros refletiram a realidade das práticas pastorais realizadas em suas paróquias e comunidades, à luz das orientações do Plano Diocesano de Pastoral, cuja vigência vai até 2023. A vivência do objetivo geral da Diocese, das urgências, da fé, da comunhão e da participação, forças e fraquezas foram apontadas por meio de trabalhos em grupos. “É sempre importante olharmos para o que fizemos e o que vamos fazer para nossa Igreja. Da parte de Deus, sempre é tempo da graça e, por isso, nós estamos aqui, porque queremos participar do tempo da graça de Deus, fazendo nosso planejamento e nos colocando à disposição para servir a sua Igreja”, abriu a reunião o bispo Dom Jacinto Inacio Flach, pedindo a bênção de Deus sobre o conselho.

Planejamento pastoral

O grupo contou com a assessoria do doutorando em Teologia Sistemática (PUC-RS), padre Thiago De Moliner Eufrásio, que abordou o tema “Planejamento Pastoral - motivações e perspectivas”. “Em uma expressão: planejar é administrar o tempo. Segundo alguns filósofos contemporâneos, o tempo é o maior bem que uma pessoa pode ter e será o grande símbolo de riqueza humana: ter tempo. Bom, aqui entra a famosa expressão: não tenho tempo. Às vezes real, mas muitas vezes uma espécie de justificativa barata de quem não quer se comprometer ou quer se fazer importante. Como disse, administrar o tempo é saber planejar”, disse padre Thiago. O assessor convidou à escuta do Evangelho de São Lucas 14, 25-34. “Nesse evangelho, transparece a finalidade do planejamento pastoral: levar as multidões que acompanham Jesus ao discipulado-missionário. Lucas apresenta um itinerário precioso e preciso: multidões acompanham Jesus. Sua palavra e seus sinais são conhecidos. Mas isso não significa discipulado. Identificar quem compõe essa multidão: para quem e com quem estamos falando? Vivemos em um tempo onde não se pode mais pressupor a fé das pessoas. Sua maturidade para a ação. O encontro com ele é marcado por duas atitudes; primeira: colocá-lo como fundamento, ou seja, como referência das escolhas e decisões; segunda: assumir as consequências do seguimento, ou seja, coerência. Promover um processo de evangelização que leve em conta não somente a realidade social e cultural, mas o grau de aproximação da Igreja e o conhecimento da fé das pessoas. Não se pode nivelar as pessoas ou supor a evangelização. A coerência da fé não é pressuposto, é consequência de um caminho de amadurecimento. Para isso é preciso saber qual a finalidade, as possibilidades, os riscos, os recursos, os possíveis conflitos, os limites e as parcerias necessárias. Ter, diante disso, um planejamento real que é sempre circunstancial: Onde estamos? Onde queremos chegar? Quem e quantos iremos atingir nessa ação? Quando e onde vamos começar? Quando iremos concluir? Quais os recursos humanos, financeiros, técnicos são necessários? Os riscos a serem evitados? Qual serão os pontos de avaliação? Disponibilidade para um discipulado se transforma em missionariedade. O planejamento pastoral, para ser bem executado, precisa ser traduzido em um projeto que vise, sobretudo, as pessoas envolvidas na execução e nas consequências. E um projeto preciso e delimitado: o amadurecimento na fé que se traduz em um discipulado-missionário”.

« »