Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Opa! Tem alguém aí?

Por Pity Búrigo 06/08/2021 - 15:00 Atualizado em 13/08/2021 - 19:31
Voltei: bóra bater esse recorde aqui também!

Nem eu acredito que, depois de uns 10 anos, aqui estou, em frente a um laptop, com uma missão que, há tempos, me escapei: voltar com o blog. Me dá preguiça só de pensar. E é exatamente esse sentimento que o avanço da tecnologia, cada vez mais acelerado, vem nos causando: preguiça. E coloco você nesse bonde porque sei que é ela que também te rouba minutos (para não dizer horas) em frente à tela do seu celular, largado no sofá, procrastinando várias atividades que já poderiam ter sido realizadas.

Foi assim comigo. Comecei na internet cedo. Quando eu cheguei era tudo mato (sorry, não podia perder a piada de tiazona). Sou muito ruim com datas, mas pesquisei e vi que o Fotolog foi lançado em 2002. Ou seja: lá se vão quase 20 anos de arrobas, nicknames e “wwws”. Não vou colocar nessa conta os tempos de internet discada & mIRC & Orkut & gravação de CD & escaneamento de fotos & brigas/disputas com meu irmão pelo computador (“Pai, a Priscilla entrou na internet!” – meio da tarde, horário de tarifação altíssima e um castiguinho básico depois de tudo isso).

O Fotolog era nosso Instagram pobrinho, coitadinho, com número limitado de imagens e comentários por dia. Lembro que foi lá que eu comecei a postar alguns cliques de festas que eu promovia na noite e, por curiosidade, os amigos e amigos dos amigos acessavam para conferir quem estava na balada e quem não.

Recebi o convite para escrever no jornal e, devido ao limite de espaço de uma página, abri um blogspot (gratuito) pra postar o que não entrou na folha impressa. Ele cresceu rápido, as visualizações idem, e era hora de profissionalizar tudo aquilo. Nascia o pityburigo.com.br. E “.com.br”, naquela época, era coisa de gente grande. E assim fui gente grande durante muito tempo, o suficiente para escrever uma bela e (thanks!) divertida história na web. Ganhei dinheiro, conheci pessoas e lugares, fui feliz. Mas, como tudo na vida, passou. Pra que blog, se eu tinha o Instagram? Pra que carregar um computador e uma câmera fotográfica pesada na bolsa e passar horas editando e postando, se eu podia registrar com meu telefone e publicar tudo bem rapidinho nas minhas redes sociais? Entendem quando eu falo da preguiça? Me acomodei e por ali fiquei.

Porém quando a Som Maior, na figura do Arthur Lessa, lança o 4oito para ser o portal de notícias da rádio e da cidade, sou chamada novamente para, quem sabe, um resgate. “Volta com o blog, Pity!”. Voltei. Mas não fiquei. Ó, ela, a preguiça, aí de novo!

Exatamente quatro anos depois, leonino insistente que é, o Arthur volta a me desafiar, dessa vez mais mansinho: “Um texto por semana e estamos conversados”. Eu, ariana facinha que sou: “Beleza! Um texto por semana e estamos conversados”.

Esse é o primeiro. Talvez uma apresentação bem resumidinha de quem sou eu na internet. Talvez um “hello” meio perdida e assustada nesse ambiente que não me pertencia mais.

Sempre gostei de escrever. A partir de hoje, aqui nesse cantinho, volto a ter a oportunidade de brincar com as palavras. Afinal, tudo vira texto. Até a preguiça ganhou um pra ela, veja só.

Vamos comigo nessa? Sexta que vem tem mais!

Um beijo e bom fim de semana!

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito